Português Español English Français
EM DESTAQUE

Escrita Digital instala XRP |Formação no CERMI

A Escrita Digital foi escolhida pelo CERMI (Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial) de Cabo Verde para fornecimento da aplicação XRP |Formação, com o objetivo de apoiar formadores e formandos nos seus estudos.

 newsletter   recrutamento   contactos 
RSS
facebook
Linked in
Portal do Colaborador
Dezembro 2012

«Portal do Colaborador
Como a tecnologia pode contribuir para o reforço da coesão organizacional»

O portal do colaborador é uma das ferramentas de apoio à gestão de recursos humanos com maior retorno financeiro e contribui decisivamente para a coesão organizacional. O diretor-geral da Escrita Digital, Tomé Gil, apresenta-nos o conceito de portal de colaborador e enumera as suas diversas vantagens no dia a dia de empresas e organizações na mais recente edição premium da revista Human.

Leia o artigo na íntegra no seguimento desta notícia ou consulte aqui o PDF do artigo publicado.

«Portal do Colaborador: como a tecnologia pode contribuir para o reforço da coesão organizacional
Em janeiro último, apresentámos aqui um artigo que defendia o portal do colaborador como uma das ferramentas de apoio à gestão de recursos humanos com maior retorno financeiro e que pode dar um contributo decisivo para a coesão organizacional. Agora, mostramos-lhe com maior detalhe como esta ferramenta pode ter um papel relevante no apoio à mobilidade interna e pode contribuir para a fixação do conhecimento na organização.
Na base do conceito do portal está a disponibilização de ferramentas self-service que permitem aos colaboradores efetuar, de forma fácil e com maior produtividade, procedimentos associados à sua relação laboral (receber o vencimento, justificar uma falta, marcar férias). Porque não, então, utilizar o portal para disponibilizar às chefias informações sobre as competências e as capacidades dos seus colaboradores, bem como ajudar a fixar e a difundir o conhecimento na organização?

O portal tem várias vantagens, entre as quais destacamos a sua utilização regular pelos colaboradores (mais não seja pelas tarefas administrativas) e o facto de concentrar informação geralmente dispersa.
Ecrã de edição de dados pessoais no
Portal do Colaborador da Escrita Digital.
De entre as ferramentas que temos adicionado aos portais do colaborador e onde sentimos que o sucesso tem sido maior, destacamos os motores de busca de competências, o que realmente pressupõe que a organização tenha um sistema de gestão por competências, pois, para a mobilidade ser bem-sucedida, é importante atribuir às pessoas tarefas minimamente adequadas às suas competências. Outra ferramenta que julgamos valiosa disponibilizar, principalmente aquando das avaliações de desempenho e das consequentes propostas de revisão salarial/evolução profissional, é a possibilidade de mostrar aos avaliadores um quadro-resumo com as informações administrativas que devem ser consideradas para efetuar propostas bem fundamentadas. Como exemplo, destacamos o absentismo, as funções desempenhadas, a evolução salarial ou as férias alteradas, informação que geralmente está disponível no portal (se bem que nem sempre organizada). A associação ao portal do colaborador de ferramentas com estas características torná-lo-á, sem dúvida, numa ferramenta de excelência para a gestão de recursos humanos e, acima de tudo, permitá que os decisores possam dispor de informação útil e organizada para a tomada de decisão.

Contudo, o portal do colaborador pode ter outra dimensão (não menos importante): a de fixar o conhecimento na organização. A informação e o conhecimento assumem uma cada vez maior importância na vida e no futuro das organizações, porém, apesar do reconhecimento quase unânime da sua importância, há cada vez menos tempo para registá-los e partilhá-los. A tecnologia trouxe ferramentas que podem ajudar a concretizar esta necessidade (gestores de conteúdos, fóruns, blogues, redes sociais), mas como colocá-las ao serviço da organização? Como motivar os colaboradores a utilizá-las para registar e partilhar conhecimento? O tema, só por si, merece vários artigos, mas defendemos que é associado ao portal do colaborador que este sistema deve nascer, de modo a aproveitar a utilização frequente do portal pelos colaboradores e assim se derrubar a barreira do “mais uma ferramenta”.»

Gil, T. A. (Dezembro, 2012). «Portal do Colaborador: como a tecnologia pode contribuir para o reforço da coesão organizacional». In Human, n.º 48 (p. 144).

 
Documentos associados:   Portal do Colaborador («Human», 48)
Ler também:   XRP |Portal do Colaborador
   

Partilhar |
Ajouter aux Favoris Imprimir Home style= Voltar
 política de privacidade  |  ficha técnica   copyright Escrita Digital, S.A. 2002