Português Español English Français
EM DESTAQUE

Escrita Digital instala XRP |Formação no CERMI

A Escrita Digital foi escolhida pelo CERMI (Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial) de Cabo Verde para fornecimento da aplicação XRP |Formação, com o objetivo de apoiar formadores e formandos nos seus estudos.

 newsletter   recrutamento   contactos 
RSS
facebook
Linked in
"Medir para melhor gerir", Tomé Gil, in Revista Pessoal
Setembro 2011

A revista da Associação Portuguesa dos Gestores e Técnicos dos Recursos Humanos (revista Pessoal) preparou, na sua edição de Setembro, um dossier especial sobre METRICS e a importância da avaliação do desempenho de pessoas nas organizações. O director-geral da Escrita Digital dá a sua opinião num artigo intitulado "Medir para melhor gerir", que publicamos na íntegra.



METRICS
Medir para melhor gerir
por Tomé Gil

«Sem medir, não é possível gerir. Mesmo quando o tema é Recursos Humanos, quantificar ajuda nas tomadas de decisão. O que aqui apresentamos, de uma forma sintética, é uma proposta para um conjunto de indicadores quantitativos que podem ser o seu “tableau de bord” para esta área.
Apresentamos os indicadores divididos por três grupos: resultados, moral e produtividade.
Resultados. Para este grupo, escolhemos apenas um indicador: a percentagem de colaboradores que atinge os objectivos. Cerca de 9 mil pessoas, em onze organizações, utilizam o software de avaliação de desempenho da Escrita Digital, sistemas de avaliação baseados em objectivos são prática corrente. Observar este indicador ao longo do tempo permite uma informação valiosa.
Moral. É inquestionável que o sucesso das empresas depende fundamentalmente das pessoas. Por mais que automatizemos processos e normalizemos procedimentos, se queremos construir algo de bom, inovador, rentável e de que nos orgulhemos, precisamos de pessoas inteligentes, motivadas e bem preparadas, o que só se consegue se mantivermos o moral em alta. Eis os indicadores que escolhemos: o grau de satisfação com que as pessoas chegam ao trabalho (para medir este indicador, faça um inquérito, anónimo, quando o trabalhador marca o ponto ou abre o seu computador) e a taxa de absentismo.
Produtividade. Aqui somos conservadores, preferimos rácios. Vendas/número de colaboradores e vendas/massa salarial, a análise, ano a ano, destes indicadores e a comparação com empresas de um mesmo sector é algo que não podemos ignorar.
Para concluir, propomos-lhe um exercício: faça a sua lista, vai ver que, ao fazê-la, o leitor descobrirá que a mesma irá parecer-lhe nunca estar completa. Somos assim, somos humanos.»

Tomé Gil
Director-geral da Escrita Digital
tome.gil@escritadigital.pt
 
Ler também:   "Gestão de Talento", Tomé Gil, in revista Pessoal , Julho 2010
   

Partilhar |
Ajouter aux Favoris Imprimir Home style= Voltar
 política de privacidade  |  ficha técnica   copyright Escrita Digital, S.A. 2002